Curiosidades…

5 nov
BODE EXPIATÓRIO – A expressão significa que alguém recebeu a culpa de algo cometido por outra pessoa. A origem está num rito da tradição judaica. Simbolicamente, o povo depositava todos os seus pecados num bode, que era levado até o deserto e abandonado. Dessa forma, acreditava-se que as pessoas estariam livres de todos os males que tinham feito.

BOICOTE – Charles Boycott era um soldado inglês que, em meados do século XIX, abandonou o exército e fugiu para a Irlanda. Lá, arrumou um emprego de cobrador. Sua postura implacável em cobranças e despejos fez com que ficasse odiado pela comunidade local, que passou a recusar-lhe a venda de qualquer coisa, inclusive comida. Literalmente boicotado, Charles Boycott foi obrigado a voltar para a Inglaterra.

CACHORRO QUENTE – O sanduíche, composto de pão com salsicha quente já existia. Era servido no bar do Pólo Ground em Nova York (o mais importante estádio de Beisebol dos Estados Unidos), no início do século XX, sendo bastante apreciado, principalmente naqueles dias mais frios. Um cartunista da época, conhecido como T.A. Dorgan fez certo dia uma charge irônica: um cachorro bassê freqüentando o esnobe Pólo Grounds. O nome hot dog pegou e o sanduíche universalizou-se já devidamente batizado com esse nome.

FORRÓ – Ao contrário do que se pensa, a palavra não surgiu de “for all” que, segundo algumas versões, denominava o convite a bailes promovidos pelos soldados americanos, quando instalados em Natal durante a Segunda Guerra Mundial. Na realidade, forró é uma abreviação de “forrobodó”, nome dado a bailes populares no Nordeste no começo do século.

LUA DE MEL – A expressão vem do inglês honeymoon. Na Irlanda, na Idade Média, os jovens recém- casados tinham o costume de tomar uma bebida fermentada chamada mead, composta de água, mel, malte, levedo, entre outros ingredientes. A poção deveria ser consumida durante um mês (ou uma lua). Por isso esse período passou a ser chamado de lua-de-mel.

XEQUE-MATE – É o nome do último lance do jogo de xadrez. A palavra vem do persa “Sháh-Mát”, que significa “o rei está morto”, ou seja: jogo ganho.

SALÁRIO – A palavra vem do sal. Originalmente do vocábulo latino salarium. É que os soldados romanos recebiam seu pagamento em sal, que depois trocavam por frutas, roupas, etc. Com o tempo salarium passou a significar soldo, ordenado, salário.

NHENHENHÉM – significa conversa interminável em tom de lamúria, irritante, monótona, resmungo. Essa expressão vem do tempo do descobrimento. Nheë, em tupi, quer dizer falar. Quando os portugueses chegaram ao Brasil, eles não entendiam aquela falação estranha e diziam que os portugueses ficavam a dizer “nhen-nhen-nhen”.

MARIA-CHIQUINHA – Era muito comum em Portugal que as meninas prendessem os cabelos em dois tufos laterais, para que eles não atrapalhassem nos trabalhos domésticos. Como muitas delas se chamavam Maria Francisca, nome comuníssimo na época e até hoje em Portugal, esse jeito de pentear ficou conhecido como maria-chiquinha.

COLOCAR NO PREGO – A origem dessa expressão vem do fato de que nas antigas casas comerciais – tabernas, empórios, farmácias – existia um prego onde o comerciante espetava as contas de quem pedia para pagar depois. Quando o freguês retornava para quitar a dívida, o dono tirava os papéis do prego, somava os valores e cobrava. Colocar no prego é colocar no pendura, comprar fiado, pagar depois. Ainda hoje alguns comerciantes, que não gostam disso, exibem um cartaz bem visível que avisa: “Fiado só amanhã”.

DE CABO A RABO – Significado: Total conhecedor. Conhecer algo do começo ao fim. Histórico: Durante o período das grandes navegações portuguesas, era comum se dizer total conhecedor de algo, quando se conhecia este algo de “cabo a rabah”, ou seja, como de fato conhecer todo o continente africano, da Cidade do Cabo ao Sul, até a cidade de Rabah no Marrocos (rota de circulação total da África com destino às Índias).

DOURAR A PÍLULA – Antigamente as farmácias embrulhavam as pílulas amargas em papel dourado para melhorar o aspecto do remedinho. A expressão dourar a pílula significa melhorar a aparência de algo ruim.

FAZER NAS COXAS – As primeiras telhas do Brasil eram feitas de argila moldada nas coxas dos escravos. Como os escravos variavam de tamanho e porte físicos, as telhas ficavam desiguais. Daí a expressão fazendo nas coxas, ou seja, de qualquer jeito.

MARIA VAI COM AS OUTRAS – D. Maria I, mãe de D. João VI, foi considerada incapaz de governar, sendo afastada em 1792, acometida por controversos males mentais. Passou a viver recoilhida e era vista apenas quando saía para passear a pé. Devido a seu estado, jamais ia só. Sempre era acompanhada por algumas damas de companhia. O povo, quando a via assim, levada pelas damas, comentava: “lá vai D. Maria com as outras”. Atualmente, a expressão é dada para aquelas pessoas sem determinação, que não têm opinião própria, concordando sempre com o que os outros dizem ou fazem.

O PIOR CEGO É AQUELE QUE NÃO QUER VER – Diz-se da pessoa que não quer ver o que está bem na sua frente. Nega-se a ver a verdade. Parece que a expressão surgiu em 1647, em Nimes, na França, na universidade local. Naquela época, o doutor Vicent de Paul D’Argenrt fez o primeiro transplante de córnea em um aldeão de nome Angel. Foi um sucesso da medicina da época, menos para Angel, que assim que passou a enxergar ficou horrorizado com o mundo que via. Disse que o mundo que ele imagina era muito melhor. Pediu ao cirurgião que arrancasse seus olhos. O caso foi acabar no tribunal de Paris e no Vaticano. Angel ganhou a causa e entrou para a história como o cego que não quis ver.

VÁ SE QUEIXAR AO BISPO – No tempo do Brasil colônia, por causa da necessidade de povoar as novas terras, a fertilidade na mulher era um predicado fundamental. Em função disso, elas eram autorizadas pela igreja a transar antes do casamento, única maneira de o noivo verificar se elas eram realmente férteis. Ocorre que muitos noivinhos fugiam depois do negócio feito. As mulheres iam queixar-se ao bispo, que mandava homens atrás do fujão.

RESPOSTA LACÔNICA – Felipe da Macedônia (norte da Grécia), queria unir todos os povos gregos sob seu domínio. Armou então um poderoso exército e partiu para a conquista de outros territórios, onde se fez aclamar rei. Esparta, porém, resistiu. Os espartanos ocupavam a região sul da Grécia, chamada Lacônia. Felipe cercou as fronteiras da Lacônia e enviou a seguinte mensagem aos espartanos: “Se não se renderem imediatamente, invadirei suas terras. Se meus exércitos as invadirem, pilharão e queimarão tudo o que vocês mais prezam. Se eu marchar sobre a Lacônia, arrasarei sua cidade”. Alguns dias depois Felipe recebeu uma resposta. Abriu a carta e encontrou somente uma palavra escrita: “SE” . Daí a denominação de lacônica a respostas secas e curtas.

Achei Interessante, e vocês conhecem mais alguma?

Uma resposta to “Curiosidades…”

  1. juliana novembro 9, 2013 às 4:38 pm #

    excelente este tema; dá para levar para a sala de aula e explorar a curiosidade dos alunos , trabalhando vários temas.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: