A HISTÓRIA DO PÃO DE QUEIJO, UMA IGUARIA MINEIRA QUE CONQUISTOU O PALADAR DO BRASIL INTEIRO:

23 set

Apesar de vinculado a culinária mineira, as origens do pão de queijo tem várias versões: embora historiadores especulem que ele exista desde o século XVIII, a iguaria tornou-se efetivamente popular a partir da segunda metade do século XX. Registros mais específicos indicam que ele tenha sido tradicionalmente desenvolvido no estado de Minas Gerais.pao

Estudos dizem que o pão de queijo surgiu na época dos escravos. A mandioca era o pão do índio brasileiro. O ovo e o leite é uma herança dos portugueses, que com o com o polvilho, reinventaram o pão de queijo. Há outros indícios de que a receita tenha aparecido nas fazendas de Minas , quando as cozinheiras preparavam para servir seus senhores, na época em que havia grande oferta de leite, ovos e queijos, em função da expansão da pecuária.

Naquela época, não se imaginava que o pão de queijo fosse ultrapassar as fronteiras “das Gerais”, muito menos que ganharia o mundo (hoje, países como EUA, Portugal, Itália e Japão importam os deliciosos pães de queijo brasileiro). Comer queijo após as refeições era hábito antigo, mas no século XIX, o queijo sobrava e endurecia. Como a farinha que chegava até as fazendas era de baixa qualidade, as cozinheiras passaram a substituí-la por polvilho nas receitas dos pães.

Somente a partir da década de 1950, o pão de queijo expandiu sua carreira de sucesso, principalmente em Minas. Coincidentemente nessa época aconteceu o desenvolvimento das quitandas e rapidamente, em boa parte do país, se consumia e apreciava essa delícia tipicamente mineira.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: