Arquivo | abril, 2013

Entretenimento educativo (em inglês: edutainment)

30 abr
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

dvd+r+g+educativo+e+entretenimento+s+a+mesquita+rj+brasil__5E12C9_1 é uma forma de entretenimento desenhado para tanto educar como divertir. O entretenimento educativo tipicamente tenta instruir ou socializar sua audiência passando-se lições através de formas familiares de entretenimento: programas de televisão, computador e video games, filmes, música, websites, software multimedia, etc.

Entretenimento educativo é a combinação da educação a partir do entretenimento, usando-se normalmente o ambiente lúdico para estimular a aprendizagem. O lúdico pode ser utilizado de diversas maneiras e nem sempre é uma diversão.

Pode-se encontrar atualmente uma grande variedade de produtos multimédia de carácter educativo, em CD-ROM, em DVD ou mesmo disponíveis online, para importação direta através da Internet: de enciclopédias e dicionários a roteiros de museus, passando por coleções de arte ou de fotografia. Existem igualmente muitos programas de tutoria sobre as mais variadas áreas: música, desenho, matemática, línguas estrangeiras.

Edutainment, a união entre educação e entretenimento

30 abr

 

Vagner de Alencar – Porvir – 26/04/2013 – São Paulo, SP

Acredito que você já tenha ouvido falar em educomunicação, termo criado por meio da união entre educação e comunicação. Ou então em edtech, sigla, em inglês, que se refere à junção de educação e tecnologia. Conceitos como esses, que unem educação com alguma outra área, já vêm se tornando bastante populares, enquanto outros, ainda timidamente, tentam marcar presença. É o caso do edutainment, metodologia criada a partir da junção das palavras education (educação) + entertainment (entretenimento), que usa elementos divertidos, como games, filmes, seriados de TV, aparelhos móveis e até robôs inteligentes, desenhados para se tornarem educativos. “Muitas pessoas associam o edutainment a uma ferramenta tecnológica, quando na verdade o que deve estar por trás de qualquer robô ou jogo carismático é a metodologia que ele desenvolve, que precisa ajudar o professor a melhorar a curva de aprendizado de seus alunos”, afirma Antônio Valério Netto, cofundador e diretor de educação e tecnologia da XBot, uma das primeiras empresas brasileiras criadas para fabricação e comercialização de robôs móveis inteligentes para a área de edutainment.

Especialistas no tema afirmam que, além de atrair e prender a atenção dos estudantes, a ideia é também ajudar a reduzir a evasão escolar. Isso acontece porque a metodologia aumenta a motivação e engajamento dos alunos, contribuindo para uma aprendizagem mais eficaz. Para Netto, a metodologia surgiu ao aproveitar as três principais ações que as pessoas desenvolvem quando se entretém (envolvimento, interação e imersão) a favor do aprendizado.

“O edutainment ajuda a converter as aulas chatas em algo agradável e divertido. Jogos, robôs e outros materiais mais lúdicos também podem contribuir para uma outra dinâmica de ensino, já que podem motivar mais os alunos e trazer uma nova mudança ao aprendizado, normalmente forçado, para algo espontâneo”, afirma ele que, nos últimos seis anos, tem se dedicado à produção de robôs inteligentes que são utilizados por estudantes do ensino fundamental e até por pesquisadores. Um deles é o RoboDeck, uma espécie de plataforma robótica que pode ser usada em sala de aula para ensinar, desde alunos de ensino técnico à pós-graduação, que estudam linguagem de programação, robótica, sistema digitais, software, entre outras, de modo experiencial.

O absurdo das crianças tarja preta

29 abr

Atenção, senhores pais, professores, médicos e psicólogos: talvez seus filhos, alunos ou pacientes estejam tomando desnecessariamente remédios tarja preta contra o chamado déficit de atenção. Há muito já se fala em abuso da medicação para enfrentar o baixo desempenho escolar.

Estão saindo estudos que dizem que, em vários casos, existe um erro de diagnóstico. Pesquisadores ligados à escola de medicina de Harvard, especializados em sono, alerta: muitas crianças e adolescentes, medicadas contra o distúrbio de atenção, sofreriam, na verdade, de déficit de sono crônico. E, com isso, demonstrariam os mesmos sintomas de déficit de atenção.

O problema de insônia está relacionado a uma série de fatores, como dificuldade de respiração e uso excessivo de aparelhos eletrônicos antes de dormir. Não significa que não exista o problema de déficit de atenção. Significa que muitas crianças e adolescentes estão sendo erradamente medicadas com remédios tarja preta.

Não é à toa que algumas escolas, atentas a essas pesquisas, estão recomendando que as aulas comecem mais tarde, respeitando o relógio biológico dos adolescentes.

Gilbert Dimenstein – Folha de São Paulo 29/04/13

Gilberto DimensteinGilberto Dimenstein ganhou os principais prêmios destinados a jornalistas e escritores. Integra uma incubadora de projetos de Harvard (Advanced Leadership Initiative). Desenvolve o Catraca Livre, eleito o melhor blog de cidadania em língua portuguesa pela Deutsche Welle. É morador da Vila Madalena.

Presidente Dilma diz que enviará nova proposta para vincular royalties à educação

29 abr

A presidente Dilma Rousseff voltou a defender nesta segunda-feira (29) que os recursos pagos pela exploração do petróleo sejam destinados à educação e afirmou que fará nova proposta vinculando-os ao setor.

Leia mais…

http://educacao.uol.com.br/noticias/2013/04/29/dilma-diz-que-enviara-nova-proposta-para-vincular-royalties-a-educacao.htm

Dia Internacional da Educação

28 abr

Dia EducaçãoO Fórum Mundial da Educação foi realizado no dia 28 de abril de 2000, na cidade de Dakar, no Senegal. Na ocasião, representantes de 180 países assinaram um documento no qual se comprometiam a universalizar o acesso à educação até 2015. A data foi escolhida como o Dia Mundial da Educação e propõe a reflexão sobre os rumos e desafios que envolvem o ensino.

Para celebrar o Dia Mundial da Educação, comemorado hoje, 28 de abril, a Futuro Eventos (promotora e organizadora da Educar/Educador) está lançando um sorteio, pelo Facebook, do livro “Não se desespere!”, do filósofo Mário Sérgio Cortella. A escolha de Cortella foi feita pela importância deste renomado educador, um dos mais esperados durante a 20.ª Educar/Educador, que ocorrerá de 22 e 25 de maio, em São Paulo, no Centro de Exposições Imigrantes (SP), e que terá como tema central a “Educação 3.0. A Escola do Futuro chegou?”.

http://www.futuroeventos.com.br/educar/noticias/dia-mundial-da-educacao-futuro-eventos-lanca-promocao-de-sorteio-de-livro-mario-sergio-cortella

Pensar o multiculturalismo…

26 abr

22abr2013---em-encontro-com-a-lider-sul-coreana-park-geu_002Em encontro com a líder sul-coreana, Park Geun-hye, o fundador da Microsoft, Bill Gates, cumprimentou a presidente de forma casual, com uma das mãos no bolso. O ato foi alvo de críticas da imprensa da Coreia do Sul e ganhou destaque na capa dos principais jornais do país no dia seguinte. “Diferença cultural ou um ato de desrespeito?”, questionou o jornal JoongAng Ilbo. “Aperto de mão desrespeitoso ou casual?” indagou o Dong-A Ilbo. Segundo o jornal sul-coreano NPR, o ato é visto como uma gafe por ser desrespeitoso, na cultura do país, cumprimentar outra pessoa com uma das mãos no bolso. O governo da Coreia do Sul não quis comentar o caso. Gates visitou o país para promover a empresa de energia nuclear Terra Power, enquanto Park procurou o empresário para obter conselhos sobre economia.

Você já pensou que na globalização, você pode ter alunos de outros países com culturas e hábitos diferentes? No Brasil, que tem uma área um pouco maior do que a Europa, você pode receber alunos de estados cujas culturas têm valores diferenciados?

Imagem

Integração Escola X Família

26 abr

Filho para sempre

Embora a escola se deva preocupar também com valores!