Arquivo | outubro, 2012

Aconteceu em setembro e agora chegam as fotos do Cineducação: “O triunfo” e “A voz do coração”! A relação entre cinema e educação…

30 out

Fotos enviadas por Lpd (Laboratório de Pedagogia)

A relação entre cinema e educação

http://www.infoescola.com/pedagogia/relacao-entre-cinema-e-educacao/

O cinema constitui-se em um dos variados modos de expressão cultural da sociedade industrial e tecnológica contemporânea. A relação entre cinema e educação, seja no contexto da educação escolar ou da educação informal, é parte da própria história do cinema. Desde os primórdios das produções cinematográficas, produtores e diretores de cinema o consideravam como uma poderosa ferramenta para instrução, educação e reflexão humanas.

O que significa o provérbio «Mais vale um pássaro na mão que dois voando»?

30 out

“Mais vale um pássaro na mão…” Será? E ecologicamente falando? Trabalhamos com educação, o que vc ensinaria a seus alunos? Leia o significado e reflita sobre essa afirmativa… Faça seus comentários…

Também… leia o dito abaixo: “quem fica com a melhor parte….”. Comente!

http://www.ciberduvidas.pt/pergunta.php?id=21308

Quem parte e reparte não fica com a melhor parte? Leia sobre valores…

30 out

“Quem parte e reparte e não fica com a melhor parte ou é tolo ou não tem arte.” (dito popular). Ora aqui está como a dita “velha” sabedoria popular propunha que se olhasse para a partilha. Uma excelente forma de perpetuar o egoísmo e a ganância e para algumas pessoas, infelizmente, um lema de vida.

Leia mais sobre valores!

http://hipnozz.blogspot.com.br/2010/06/quem-parte-e-reparte-e-nao-fica-com.html

Indicação para leitura de 30 livros

30 out

http://educacao.uol.com.br/album/2012/10/29/escritores-indicam-30-livros-imperdiveis-lista-inclui-romances-biografias-cronicas-e-juvenis.htm

Games ensinam a tomar decisão e resolver problema

29 out

Porvir – O Estado de São Paulo – 26/10/2012 – São Paulo, SP

Apesar de ainda não serem muito compreendidos por alguns pais e educadores, os games ajudam estudantes a desenvolver habilidades relacionadas à tomada de decisões, entendimento de regras, capacidade de resolução de problemas, raciocínio rápido, estratégia, antecipação e perseverança. A especialista em jogos educativos inovadores, Samara Werner, defendeu as vantagens dos games no processo de aprendizagem durante a Série de Diálogos o Futuro se Aprende sobre Tecnologias na Educação, promovida pelo Instituto Inspirare, Porvir e pela Fundação Telefônica.

Formada em engenharia eletrônica, com experiência em desenvolvimento de softwares, Samara direcionou sua carreira para a área de educação. Hoje é diretora executiva da Tamboro, empresa que desenvolve soluções educativas inovadoras por meio de games. Defensora da escola, Samara acredita que é possível aprimorar a educação com o uso das tecnologias. “A escola é o espaço que universalizamos. A questão é como vamos reconfigurar essa escola com os atores que já existem nela, para que ela possa dar resultados melhores”, diz.

Samara cita pesquisas publicadas recentemente em matéria do jornal O Globo que concluem que 35 milhões de brasileiros jogam na rede. “Ou seja, 20% da população brasileira tem hábito de jogar”. Segundo ela, os games habitam principalmente o universo dos mais jovens e têm um poder de mobilização, encantamento e envolvimento. Utilizados no universo educacional, podem ser muito úteis, tanto para o estudante quanto para o educador.”

A especialista assegura que, em contraposição ao sistema de ensino tradicional, os jogos têm foco não somente no conteúdo a ser transmitido, mas também no desenvolvimento de outras habilidades. “Quando um aluno toma decisões na escola para sua trajetória? Ou ela já vem posta? No jogo, a cada segundo são colocados novos desafios e é necessário tomar decisões muito rapidamente, o que exige raciocínio lógico, estratégia e antecipação”, afirma. Os estudantes também passam a entender regras. “Seguir instruções parece chato, mas no jogo não é. Todos os games têm regras e os alunos as seguem com muita vontade”, completa. Os games também despertam o desejo de “conquistar todos os níveis”, ou seja, continuar aprendendo, ao invés de simplesmente passar na prova.

100 indicações de livros…

29 out

http://revistaescola.abril.com.br/edicoes-especiais/052.shtml

Dia Nacional do Livro

29 out

“Dos diversos instrumentos do homem, o mais assombroso é, indubitavelmente, o livro. Os outros são extensões do seu corpo. O microscópio e o telescópio são extensões da vista; o telefone é o prolongamento da voz; seguem-se o arado e a espada, extensões do seu braço. Mas o livro é outra coisa: o livro é uma extensão da memória e da imaginação(…)” Jorge Luís Borges