Por que meninos usam roupa azul e meninas, rosa?

29 maio

Até o século 19, as roupas infantis geralmente eram brancas, afinal poderiam ser usadas por todos os filhos da família e resistiam a diversas lavagens. E as roupas eram poucas e caras. Mesmo o corte costumava ser unissex, meninos e meninas de até quatro anos usavam vestidos, cabelos compridos e sapatos do estilo boneca.

Nos Estados Unidos, era costume a associação de rosa para meninos e azul para meninas. Dizia-se que a cor rosa era mais forte e a azul, delicada. Por volta da 2ª Guerra Mundial, a moda de usar as cores para marcar diferença entre meninos e meninas pegou e, curiosamente, se inverteu. O interessante é que adotamos um costume dos norte-americanos que nos custa mais caro. Afinal, se em uma família o primeiro filho é menino, compra-se enxoval azul, e, se nasce uma menina depois, lá se vão os pais gastar com enxoval rosa.

Depois dos quatro anos, a criança começa a escolher a roupa. Mas é justo nesse primeiro período da infância que se estabelece essa separação que levamos para o resto da vida, com os carimbos rosa-menina e azul-menino. Nos anos 60 e 70, houve uma rebelião contra essa divisão e passou a valer uma moda infantil unissex, roupas que serviam para meninos e meninas. Mas, em meados da década de 80, o jogo mudou de novo.

LEIA MAIS

http://www1.folha.uol.com.br/folhinha/1094761-por-que-meninos-usam-roupa-azul-e-meninas-rosa.shtml

Anúncios

Nenhuma resposta to “Por que meninos usam roupa azul e meninas, rosa?”

  1. telma maio 30, 2012 às 2:28 pm #

    Esse costume está tão enraizado, que mesmo sabendo, que não tem nada a ver, menino com rosa e menina com azul, é muito estranho você ver um bêbê menino vestido de rosa, automaticamente nós ligamos a cor ao sexo, e dizemos, que menina linda!!!.

    Isso vai ter que mudar bem devagar, apesar que hoje os homens estão usando camisas de cor rosa. Agora para as crianças ainda há uma certa dificuldade.

  2. Eliziani Celita de Jesus Sousa junho 4, 2012 às 8:16 pm #

    Um bom exemplo que tipo de roupa não manda muito hoje em dia é a moda que esta voltando onde meninas usam roupas mais masculinas e meninos usam roupas mais femininas só devemos tomar cuidado enquanto pedagogos e pais ate onde isso pode influenciar na vida de nossas crianças.

  3. Ana Cristina junho 7, 2012 às 4:08 pm #

    Me lembro de uma professora que tive há muitos anos atrás que dizia que ninguem nasce menino ou menina e que todos se tornam menino ou menina. Aprendemos a usar o rosa como tom de menina..é questão cultural. A sociedade já cobra atitudes que são esperadas…então uma menina “deve” ser meiga, gostar de brincar de casinha e o menino deve ser”valente” , não deve chorar e deve gostar de carro e futebol. Felizmente, essa visão da sociedade está perdendo um pouco de espaço as novas mudanças do mundo moderno.

  4. Aline Amélio junho 9, 2012 às 6:24 pm #

    A associação é tão comum que nem parece precisar de explicação, mas nem sempre meninos vestiram azul e meninas vestiram rosa. Segundo o livro Dictionary Of Omens and Supersticions (“Dicionário de Agouros e Supertições”, sem tradução em português), o costume já existia na era pré-cristã, quando se acreditava que algumas cores podiam expulsar os espíritos nefastos que rondavam os recém-nascidos. Como bebês do sexo masculino eram mais valiosos, passaram a ser vestidos com roupas azuis, cor associada aos espíritos do bem (por ser a mesma do céu). As meninas, quando recebiam alguma atenção, ganhavam roupas pretas, cor-símbolo da fertilidade na cultura oriental, de onde possivelmente veio a crença nos espíritos.
    Foi só no século 19 que o rosa ganhou alguma ligação com a feminilidade, influenciado por uma lenda européia que diz que as meninas nascem de rosas e os meninos de repolhos azuis. Esse padrão, no entanto, não se disseminou por todo o mundo. Por um bom tempo, na França, as meninas se vestiam de azul, por causa da tradição católica, que associa a cor à pureza da Virgem Maria.
    http://super.abril.com.br/superarquivo/2005/conteudo_376781.shtml

  5. Janaina Alves Rodrigues Lima junho 27, 2012 às 12:56 am #

    Acho que é mais uma questão de costume. As pessoas ainda se preocupam muito com que os outros fazem ou falam, e querendo ou não acabam fazendo aquilo que seus pais ensinaram, suas avós.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: