A escola pode (deve) educar para o trânsito

20 mar

As escolas interessadas em participar dos projetos devem se inscrever. São realizadas reuniões com os dirigentes e professores da escola para a elaboração, por parte da BHTrans, de uma proposta de projeto para aquela escola (de acordo com a realidade local).
“A escola busca preparar para o futuro, mas que futuro é esse se não educarmos para o trânsito?” Esta reflexão da pedagoga Edina Lara Resende aponta para a necessidade da sensibilização de todos os cidadãos para o tema e alerta para que os professores estejam atentos às suas práticas pedagógicas e os pais às suas ações, pois o exemplo é a melhor forma de educar.

Sobre os projetos da BHTrans, a pedagoga afirma que “aquilo que a gente aprende de verdade é o que vem de dentro para fora. É a construção do nosso conhecimento e é por isso que investimos na educação.”

A aluna Hebe Cristina de Assis, do primeiro período, disse que “como aluna e usuária do transporte coletivo, foi muito bom conhecer melhor as ações da BHTrans”. Além da oportunidade de participar da palestra, uma boa notícia para os alunos é a parceria firmada entre o curso de Pedagogia do Unibh e a BHTrans, que, de acordo com a professora Maria da Conceição Passos Silva, “permitirá aos estudantes do 7º período participarem em ações educativas envolvendo a educação para o trânsito em vários níveis de ensino, ampliando assim os espaços para realização do estágio não escolar”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: