Arquivo | agosto, 2011

Incentivo à formação de professores

30 ago

Redução de candidatos à licenciatura leva o MEC a estimular o intercâmbio de futuros mestres. Alunos da UFMG começam a seguir hoje para Universidade de Coimbra.

Em outros tempos, a profissão era sinônimo de respeito e valorização. Alegria dos pais era ver o filho se tornar professor, status tão importante quanto ser doutor – médico, advogado, engenheiro. Em tempos atuais, não faltam olhos atônitos diante de um interlocutor que expresse a vontade de liderar uma sala de aula. Para os pais modernos, haja coração diante de notícia como essa. Mas como seria o mundo sem alguém com o dom da arte de ensinar? Tentando mudar um quadro de ares críticos, a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), do Ministério da Educação (MEC), está estimulando projetos de melhoria do ensino e da qualidade na formação inicial de professores, por meio do Programa de Licenciaturas Internacionais.

A ideia é promover o intercâmbio de estudantes de graduação em licenciaturas nas áreas de química, física, matemática, biologia, português, artes e educação física com a Universidade de Coimbra, em Portugal. Os estudantes vão continuar o curso na modalidade sanduíche – uma parte no Brasil e outra no exterior. O programa paga bolsas e passagens aéreas para os alunos e diárias para professores em missão a Portugal. Quando se formarem, terão direito a receber o diploma dos dois países, aumentando também os horizontes do mercado de trabalho.

Ditos Populares

29 ago

APRENDA O CORRETO


 HOJE É DOMINGO PÉ DE CACHIMBO… e eu ficava imaginando como seria um pé de cachimbo, quando o correto é: 

HOJE É DOMINGO PEDE CACHIMBO… Domingo é um dia especial para relaxar e fumar um cachimbo ao invés do tradicional cigarro (para aqueles que fumam, naturalmente…).

 E a gente pensa que repete corretamente os ‘ ditos populares’

Dicas do Prof. Pasquale:

 Batatinha quando nasce, esparrama pelo chão.’
Enquanto o correto é:  ‘ Batatinha quando nasce, espalha a rama pelo chão.’ “Se a batata é um caule subterrâneo, ou seja, nasce enterrada, como ela se esparramaria pelo chão se ela está embaixo dele?”
 –

‘Cor de burro quando foge.’ 

O correto é:  ‘Corro de burro quando foge!’“Esse foi o pior de todos!
Burro muda de cor quando foge??? Qual cor ele fica??? Porque ele mudaria de cor???” 

 

 Outro que no popular todo mundo erra:‘Quem tem boca vai a Roma.’
“Bom, esse eu entendia, de um modo errado, mas entendia! Pensava que quem sabia se comunicar ia a qualquer lugar!”

O correto é:  ‘Quem tem boca vaia Roma.’ (isso mesmo, do verbo vaiar).

 –
Outro que todo mundo diz errado,
‘Cuspido e escarrado’ – quando alguém quer dizer que é muito parecido com outra pessoa.

O correto é:  ‘Esculpido em Carrara.’ (Carrara é um tipo de mármore)

Mais um famoso…. ‘Quem não tem cão, caça com gato.‘ “Entendia também, errado, mas entendia! Se não tem o cão para ajudar na caça o gato ajuda! Tudo bem que o gato só faz o que quer, mas vai que o bicho tá de bom humor!”
O correto é: ‘Quem não tem cão, caça como gato…. ou seja, sozinho!’

Vai dizer que você falava sabendo o sentido correto de algum desses????? 

 

Comentário da aluna Evelyn (sexto período)!

29 ago

Evelyn Fernanda Says:
agosto 23rd, 2011 at 21:16   edit

Enade …
as informações deixadas foram de grande relevância para uma boa prova, tomara que todos tenham um bom desempenho.

Imagem

Precisa comentar?

29 ago

Reforma Ortográfica

28 ago

Veja o que é alterado na gramática!

http://educacao.uol.com.br/portugues/reforma-ortografica/2009/02/01/muda-gramatica.jhtm

O dizer “não” na educação

28 ago
Por Içami Tiba

É muito comum os pais se queixarem que seus filhos não atendem aos nãos que eles lhes falam, ordenam, pedem, imploram ou mesmo quando  dão a entender…

Esta desobediência ao não dos pais é globalizada. Praticamente todas as crianças do planeta custam a obedecer os seus pais. Há exceções, que são raras, que confirmam a regra de que os filhos hoje estão desobedientes aos seus pais.

É bastante comum eu ouvir este lamento de mães dito com um grande desânimo: Meu filho não me obedece, grita comigo, faz só o que quer, me agride, me ofende… Então eu pergunto: Quantos anos ele tem?  Elas respondem: 2 anos! Como pode uma criança de dois anos de idade tumultuar tanto a vida da sua mãe?

Assim também muitos nãos dos pais não são obedecidos principalmente pelos filhos:

  • que percebem que o não pode ser transformado em sim;
  • que nada lhe acontece se não obedecer ao não e continuar fazendo o que queria;
  • que os pais num dia dizem sim e noutro, não;
  • que basta questioná-los que eles deixam quando os pais não têm respostas;
  • que a boca diz não, mas os olhos dizem sim;
  • que a palavra diz não, mas todo o comportamento diz sim;
  • que o agora não se transforma em daqui a pouco pode.

Leia mais…

http://educacao.uol.com.br/colunas/icami_tiba/2011/08/09/o-dizer-nao-na-educacao.jhtm

A aula de literatura infantil da Profa. Idalena foi na Bibiloteca infantojuvenil de Belo Horizonte

28 ago
Neste sábado, dia 27/08, a aula de literatura infantil foi na Bibiloteca infantojuvenil de Belo Horizonte. As alunas no 5op participaram de uma atividade de contação de histórias com as contadoras de histórias da biblioteca.
Todo semestre, a Professora Idalena leva as turmas de literatura infantil  para visitar esta biblioteca que fica situada à Rua Carangola, 288, no bairro Santo Antônio. É um espaço muito aconchegante para  crianças e  oferece um acervo de obras infanto-juvenis de variados gêneros literários e de pesquisa; coleções de jornais e revistas; jogos de montar e de memória. Programação de cinema comentado, oficinas de de teatro e de artes plásticas, leituras acompanhadas e dramatizações de livros. E ainda possui um teatro ( Maria Clara Machado) com 200 lugares.

Segue em anexo as fotos da turma no espaço e um link de um video no youtube apresentando a biblioteca.

http://www.youtube.com/watch?v=ZkhjTQXmd_U