Mudar de escola: um problema para o aluno

18 fev

Karla Vidal

(…) Mudança deve ser bem pensada, diz educadora – O melhor a ser feito para evitar problemas com a mudança de escola é a família acompanhar o aluno sempre de perto. Segundo Eleuza de Almeida, os pais não devem apenas perguntar sobre o colégio para o filho, mas ir até lá, participar das reuniões e das demais atividades. “Estudar e crescer são coisas difíceis e a família precisa estar presente para ajudar.” A opinião é compartilhada por Eunice Nogueira, que acredita que deve haver uma parceria entre a família e a escola. “É preciso que o colégio faça, também, um trabalho pedagógico, para que, através de dinâmicas e outras atividades, os novos alunos possam se integrar e fazer com que essa mudança seja mais amena”, explica Eleuza de Almeida atenta, no entanto, para o fato de que muitos pais não querem enfrentar obstáculos resultantes da convivência e optam pela mudança de colégio.

“Quando há necessidade, tudo bem. Mas muitas vezes isso não existe. Qualquer desavença entre amiguinhos ou com a professora já é motivo para mudar de escola. É preciso resolver esse tipo de questão e evitar o sofrimento da criança, que vai sentir a mudança”, alerta a educadora, para quem, a mudança de colégio deve ser muito bem pensada pelos pais. “Não é mudando de escola que você vai resolver, por exemplo, o problema de timidez do seu filho ou as obrigações que lhe cabe”, conclui a educadora.

Folha Dirigida, 17/02/2011 – Rio de Janeiro RJ

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: